Suor noturno excessivo: descubra as causas e soluções

suor-noturno-excessivo-como tratar-causas

Neste post você vai descobrir as causas e soluções para o suor noturno excessivo, que afeta de 1% a 3% da população.

Há vários fatores relacionados à produção de suor, como genética, condições médicas e situações estressantes.

A transpiração noturna pode ser apenas um reflexo do aumento da temperatura do ambiente, mas também pode ser sintoma de alguma doença. Por isso, é muito importante saber o que está causando a sudorese para assim obter o tratamento adequado.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então confira o post que preparamos para você!

O que é suor noturno

suor-noturno-causas-homem-dormiu-mal

De acordo com o portal de notícias e informações médicas de saúde dos Estados Unidos WedMD, o suor noturno consiste em “graves ondas de calor que ocorrem à noite e que podem encharcar suas roupas e lençóis e que não estão relacionadas a um ambiente quente, necessariamente”.

A transpiração excessiva à noite também pode estar relacionada à hiperidrose secundária — um distúrbio da transpiração tipicamente causado por uma medicação ou condição médica.

Um sinal revelador de hiperidrose secundária é a sudorese generalizada — ou seja, suar em grandes quantidades por todo o corpo, não somente em uma área específica (como as axilas). Veja, a seguir, as causas da sudorese noturna.

Quais são as causas do suor excessivo à noite?

A sensação de acordar todo suado é horrível, não é mesmo? Tem dias que nem dá para dormir direito com tanta transpiração. Assim, a falta de descanso acaba afetando toda a nossa produtividade ao longo do dia.

Para que esse desconforto não atrapalhe mais a sua rotina, é primordial saber o motivo do suor excessivo e assim conseguir o tratamento mais assertivo.

Abaixo estão algumas das principais causas da transpiração noturna. Confira!

1. Medicamentos

É muito comum alguns remédios gerarem o suor noturno como efeito colateral.

Alguns exemplos são:

  • antidepressivos como Protriptilina e Nortriptilina;
  • anti-inflamatórios não-esteroides;
  • medicamentos para pressão arterial;
  • pilocarpina, um medicamento que previne a boca seca;
  • tratamentos contra o câncer; e
  • medicamentos orais para diabetes e insulina de prescrição.

Até mesmo suplementos dietéticos, principalmente os que contém zinco e ferro, podem causar transpiração excessiva à noite.

Se você suspeitar que um desses medicamentos esteja causando sudorese noturna, consulte o seu médico. É importante nunca deixar de tomar um remédio sem ter feito uma análise médica antes.

Dessa forma, converse com um profissional para saber se essa é a causa do seu problema e, caso seja, trocar a medicação por outra que não desperte esse efeito colateral.

2. Menopausa e gravidez

Alterações hormonais que ocorrem durante a menopausa e a gravidez podem causar sintomas como ondas de calor, rubor e sudorese durante o sono. Carregar o peso extra de um bebê também induz a uma maior produção de suor.

3. Infecções

Doenças como tuberculose, infecções bacterianas, HIV e abscessos também podem causar sudorese noturna.

4. Câncer

Pessoas com câncer frequentemente sofrem com sintomas secundários que incluem febre e sudorese extrema. O tipo mais comum de câncer conhecido por causar suores noturnos é o linfoma.

5. Distúrbios hormonais

Doenças hormonais, como hipertiroidismo, síndrome carcinoide e feocromocitoma, estão fortemente relacionadas com a sudorese.

6. Condições Neurológicas

Acidente vascular cerebral — AVC, neuropatia autonômica, entre outras, podem causar aumento da transpiração noturna.

7. Alcoolismo

O álcool aumenta a frequência cardíaca, e isso resulta na dilatação dos vasos sanguíneos. Nesse processo, o corpo “trabalha” mais rápido, o que provoca a hiperidrose.

Todas essas condições podem gerar a sudorese noturna, mas isso não quer dizer que você sofre de alguma delas. Por isso nunca deixe de fazer exames semestralmente e verificar sua saúde geral com um profissional de sua confiança.

Caso você realmente tenha alguma das condições citadas, o tratamento já vai reduzir o suor noturno.

Quais são as soluções para a transpiração noturna?

Felizmente há várias dicas que ajudam a controlar a transpiração noturna. Então já anota aí para que esse desconforto não faça mais parte da sua vida.

1. Camiseta à prova de suor

Uma boa opção de pijama é usar uma camiseta feita de modal, que permite maior respiração e refrescamento da pele durante a noite.

Seu material absorve até 4x mais o suor em comparação com o algodão. Além disso, dependendo do modelo, a área da axila é reforçada com camada absorvente, garantido que o suor não incomode a pele.

Uma outra característica muito legal da camiseta é que ela também é anti odor, devido à sua ação antibacteriana.

2. Pijamas leves e respiráveis

Um bom pijama, além de melhorar a transpiração, ajuda a ter uma noite bem dormida.

Nesse sentido, prefira sempre tecidos leves e de fibras naturais, como seda, modal e fibra de bambu.

Não se esqueça também da modelagem, prefira peças soltas ao invés de justas. Roupas muito apertadas causam desconforto e mantêm o suor mais próximo da pele.

3. Roupa de cama ideal

suor-noturno-como-tratar-lençóis-leves

Assim como o pijama, a roupa de cama é essencial!

Aposte em lençóis e fronhas feitos com tecidos respiráveis e absorventes. Assim como dito no item anterior, fibras naturais são ótimas escolhas, porém fique longe da lã! Ela só vale para noites muito frias.

4. Temperatura fresca no quarto

Para um sono ideal, é importante que o quarto esteja fresco. Para isso, use ventiladores, ar-condicionado ou até mesmo deixe a janela aberta, vale tudo para deixar o cômodo refrescado!

5. Não consumir álcool e cafeína

suor-noturno-como-tratar-não-consuma-álcool-nem-cafeína

Essas substâncias são indutoras de suor, ou seja, fazem você transpirar mais. Por isso, fique longe dessas bebidas no seu dia a dia, e caso não consiga, consuma sempre com moderação.

6. Relaxar mais

O estresse aumenta significativamente os hormônios relacionados à produção do suor. Assim, tente formas de lidar com os nervosismos diários. O mindfulness e a aplicação do método GTD, por exemplo, são matadores de ansiedade.

7. Exercitar-se

suor-noturno-como-tratar-não-exercite-se-mais

Exercitar-se frequentemente é um hábito muito saudável, já que ajuda em diferentes condições médicas relacionadas ao suor excessivo.

Com uma boa frequência de atividades físicas você consegue diminuir a hipertensão, melhorar o sistema circulatório e até mesmo diminuir a ansiedade com a liberação de endorfina — substância responsável pela sensação de prazer e de bem-estar — durante a movimentação.

Essa pode ser a solução que depende de mais tempo e dedicação, porém é um hábito certeiro para eliminar a sudorese. Vale lembrar que não é recomendado fazer exercícios por volta de 3 e 4 horas antes de dormir, pois isso pode estimular o corpo e causar problemas de sono.

8. Esfoliação da pele

Poros obstruídos podem ser o motivo da transpiração excessiva. Por isso é recomendado esfoliar a pele, assim você elimina a pele morta e limpa profundamente os poros.

Uma boa esfoliação ajuda na prevenção de inflamações como cravos e espinhas.

Receita caseira: misture suco de dois limões com duas colheres de sopa de açúcar. Passe a pasta em todo o corpo durante o banho, esfregando gentilmente. Tenha certeza de que todo o creme tenha sido removido, pois o limão, em contato com o sol, pode manchar a pele.

9. Chás de sálvia

suor-noturno-como-tratar-chá-de-sálvia

A sálvia pode ser uma ótima aliada quando o assunto é controlar a transpiração. Por ser rica em vitamina B e magnésio, ela atua reduzindo a produção das glândulas sudoríparas.

Modo de usar: ferva a água com as folhas de sálvia por 5 minutos, não deixe ferver mais do que isso. Consuma uma xícara de chá, no máximo, duas vezes ao dia.

Lembre-se de que o mais importante é entender o que está acontecendo com o seu corpo. Afinal, o suor noturno pode ser sintoma de uma doença mais grave que deve ser diagnosticada e tratada corretamente.

Além disso, tente conciliar nossas dicas e veja a diferença que vão fazer no seu dia a dia, melhorando o seu bem-estar.

Mas a transpiração excessiva também aparece durante o dia? Então confira nosso próximo artigo com 5 dicas infalíveis para controlar a transpiração excessiva nas axilas.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Você também vai gostar: 

 

descubra-a-insider-undershirtPowered by Rock Convert
?>