Afinal, o que é novo normal? Entenda esse conceito

novo-normal-insider

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo e ouça sobre o que é novo normal.

O termo novo normal foi criado pelo empresário americano Mohamed El-Erian, em 2009, para falar sobre as consequências da crise econômica mundial daquele período. Desde então, a expressão tem sido usada para se referir a um momento após uma ruptura de grande magnitude.

Considerando o cenário de pandemia, a aplicação do termo no momento atual faz todo o sentido. Com a imposição do isolamento social, as pessoas logo começaram a desejar que a vida e a rotina voltassem à normalidade. Assim, desde então, discute-se como seria esse novo normal.

O que é o novo normal?

Apesar de o termo ser muito utilizado, ainda há uma incerteza sobre o que é o novo normal. Ele refere-se ao período após um momento ou evento que promoveu rupturas estruturais. Ou seja, a mudança foi tão intensa que é difícil acreditar que a situação será normalizada e tudo voltará a acontecer como antigamente.

É importante lembrar que eventos globais, como pandemias e guerras, aceleram o desenvolvimento, e isso está acontecendo atualmente. Para se adaptar à crise sanitária, grandes mudanças foram necessárias, tanto na vida profissional, quanto na pessoal.

O novo normal pode ser entendido como a nova forma de viver, que irá garantir a segurança e a sobrevivência da população. Portanto, o termo refere-se, principalmente, às ações cotidianas e à nova maneira de se relacionar, considerando as mudanças enfrentadas durante a pandemia.

Kit anticovid para sair com segurança

O novo coronavírus (Sars-CoV-2) tem um alto nível de transmissibilidade. Por isso, o uso de máscaras de proteção foi indicado, como forma de diminuir a circulação dele. A Insider, marca referência em tecnologia têxtil, foi pioneira no lançamento de produtos com capacidade de desativar o vírus.

Os produtos antivirais da marca incluem máscaras e camisetas. Eles desativam o vírus, impedindo a sua reprodução, enquanto protegem da contaminação direta e cruzada. Assim, as pessoas podem sair de casa com maior segurança.

Para isso, uma formulação com nanopartículas de prata foi utilizada para neutralizar 660 tipos de micro-organismos. A prata já era usada na produção de itens antibacterianos, mas a nova fórmula engloba a desativação de vírus, incluindo o novo coronavírus.

Retomada gradual das atividades

Com a reabertura do comércio gradual, é perceptível que o kit anticoronavírus, composto por máscaras e álcool em gel, já se tornou essencial para as pessoas que precisam sair de casa. Afinal, esta é a melhor maneira de se proteger nessas situações.

Além disso, é possível observar um distanciamento social entre as pessoas nos locais de trabalho, como forma de diminuir as chances de contágio. Enfim, com a retomada da economia e a reabertura de diversos estabelecimentos, boa parte da população voltou a trabalhar presencialmente.

Outros setores também estão retomando as atividades, como o turismo, que foi fortemente afetado pela crise sanitária. Nesse momento, protocolos de higiene têm sido adotados para proporcionar maior segurança aos turistas.

Novo normal e mundo do trabalho

novo-normal

Se, antes, o home office era considerado uma ideia a ser adotada no futuro, a pandemia acelerou esse processo. As pessoas passaram a trabalhar em casa, e as empresas precisaram se adaptar ao novo normal. Reuniões on-line se mostraram eficientes, assim como o desempenho dos trabalhadores.

O processo de digitalização acelerou de forma exponencial e, dificilmente, as coisas voltarão a ser como eram antes. Isso porque muitos processos foram facilitados nesse período, e novas formas de desempenhar as funções também.

Além das questões tecnológicas, novas competências serão requisitadas nos processos seletivos, como a habilidade de gerir equipes à distância. Muitas empresas já declararam que irão manter o sistema home office até o final do ano e estão estudando como essa dinâmica funcionará em 2021.

Qualidade de vida torna-se mais relevante

A crise sanitária tirou as pessoas da zona de conforto, proporcionando novas perspectivas sobre a vida pessoal e profissional. Se, antes, muitas pessoas usavam a casa como um dormitório — uma vez que passavam a maior parte do dia fora — com o isolamento, foi necessário encarar o lar de outra maneira.

O conforto se tornou essencial, assim como a divisão entre os ambientes, que proporciona maior privacidade. Além disso, o conceito de qualidade de vida passou a ser visto de diversas maneiras, muitas delas, novas, portanto, a busca por ela deve seguir em um cenário pós-pandemia.

Afinal, muitas pessoas perceberam que é possível criar uma rotina viável, em que, além do trabalho, existe o lazer e o tempo para relaxar. Manter uma alimentação balanceada e fazer exercícios físicos também foram algumas mudanças do período, fazendo parte da busca por maior qualidade de vida.